30/11/2011


Revista Elas e Lucros no Android

Você conhece a revista Elas & Lucros?

Ela esta de volta.

Agora você poderá ter acesso ao conteúdo da revista no seu Android e em breve no Ipad e Iphone.

Na nossa edição especial de lançamento vc encontra:
- De bem com a vida: o segredo da felicidade está nas relações que você cultiva e no uso do dinheiro para aumentar seu bem estar.
- O abc da crise global: entenda os jargões do economês e do finances.
- Calorias emagrecem... suas finanças: Contabilizar os gastos com guloseimas e cigarro vão ajudá-la a ficar mais magra, saudável e com dinheiro no bolso.

Você tem sugestões de pauta? Tem alguma dúvida sobre finanças pessoais? Mande um email pra gente: ll@letraselucros.com.br

Escrito por Elas & Lucros às 21h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

06/11/2011


Calcule como um homem, mas invista como uma mulher

Suponha que você esteja devendo ao seu cartão de crédito R$ 1 mil e que a taxa de juro seja de 20% ao ano. Se você não fizer nenhum pagamento, quanto tempo levará para que sua dívida dobre de tamanho?

a)      Dois anos

b)      Menos de cinco anos

c)       Cinco a 10 anos

d)      Mais de 10 anos

e)      Prefiro não responder

 

 

Este teste foi aplicado a homens e mulheres nos Estados Unidos. A resposta certa é a letra b. Na pesquisa 46% dos homens responderam corretamente e apenas 26% das mulheres acertaram a resposta.

Segundo a professora Annamaria Lusardi, uma das autoras do estudo (http://www.theglobeandmail.com/globe-investor/personal-finance/invest-like-a-man-or-a-woman/article1800536/ ) este é um exemplo do que vários estudos têm mostrado, as mulheres têm um conhecimento financeiro menor do que os homens.

Esta é uma informação relevante, dado que as mulheres precisarão ter um colchão financeiro maior para a maturidade (ver post neste blog).  Os estudiosos dizem que na educação doméstica, as meninas ficam longe da educação financeira quando se trata de mercado financeiro, investimentos, ações etc.

As mulheres se envolvem mais com a economia doméstica, pagar contas, orçamento, compras para a casa, os filhos, enfim, elas estão preocupadas em atender as demandas da família e não se sentem atraídas pelo mundo financeiro.  Já os homens adoram a adrenalina financeira.

No entanto, veja que interessante: as mulheres se saem melhor na gestão de uma carteira de ações. Alguns trabalhos apontam para uma vantagem competitiva feminina nesta seara.

O mais conhecido deles é de 2001: “Boys will be boysGender, Overconfidence, and Common Stock Investment ” , dos professores Brad M. Barber e Terrance Odean, da Universidade da California.  Esses estudos mostram que os homens sofrem de um excesso de confiança e acabam cometendo muitos erros.  Esse excesso de confiança, segundo a pesquisa, faz com que os homens negociem ações 45% mais vezes do que as mulheres, gerando assim custos excessivos para suas carteiras. Segundo o mesmo estudo, as carteiras geridas por homens registram uma perda de 2,65 pontos percentuais por ano em relação ás carteiras administradas por mulheres. 

Escrito por Elas & Lucros às 23h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

01/11/2011


O risco de pobreza para mulheres maduras

 

As mulheres estão entre as maiores vítimas de pobreza na terceira idade. Segundo dados da Women’s Institute for a Secure Retirement, uma entidade americana que promove a educação financeira para mulheres, a taxa de pobreza entre mulheres americanas com 65 anos de idade ou mais é de 19,1%, mas chega a ultrapassar 40% entre as hispânicas que vivem nos EUA (veja gráfico). Esta é uma situação recorrente por todo o mundo. Embora as mulheres estejam enriquecendo, chegam a aposentadoria com dificuldades financeiras. 

 

Por que isso ocorre? Porque as mulheres têm baixa taxa de poupança pessoal.  E por que as mulheres não guardam dinheiro para a aposentadoria?

“Porque elas são as compradoras da família. São elas que se preocupam em atender todas as demandas domésticas”, disse a  jornalista Mara Luquet na apresentação que fez durante o Women’s Global Forum, em outubro, na cidade francesa de Deauville, na região da Normandia.

Equilibrar os cuidados com a família sem se esquecer da sua própria segurança financeira é um dos maiores desafios femininos. Além disso, as mulheres têm salário menor dos que os homens ainda que estejam no mesmo cargo. Veja no gráfico que no Brasil as mulheres ganham o equivalente a 57 centavos de dólar para cada dólar pago a um trabalhador homem.

Há ainda a questão da longevidade feminina. Mulheres têm uma expectativa de vida maior do que homens, ou seja, vão precisar de mais recursos do que eles para financiar a aposentadoria porque viverão mais tempo.

 

Escrito por Elas & Lucros às 11h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

31/10/2011


Como gastar sem culpa e investir sem erros

 

Chega às livrarias no próximo mês o Guia Mara Luquet de Finanças Pessoais – Como gastar sem culpa e investir sem erros, editado pela Campus em parceria com a Letras & Lucros.

Este é um guia de finanças diferente, como já explica a autora na apresentação do livro. Logo no primeiro capítulo percebe-se a razão: mara faz suas anotações a bordo de um Boeing que está prestes a pousar no Burão. Isso mesmo, uma viagem ao minúsculo reino do Himalaia que a autora fez em 2006 é o fio condutor deste guia de finanças pessoais.

O Guia é assim, cheio de anotações muito pessoais, mas também as informações básicas para que cada um faça suas próprias escolhas.  Há informações sobre orçamento, renda fixa, ações, investimentos on line etc.

E há algumas informações bem interessantes para que você melhore seu relacionamento com o banco. Como o quadro a direita por exemplo.

 

 

 

 

 

Mais informações: http://www.letraselucros.com.br/project/so-para-voce/

 

Escrito por Elas & Lucros às 16h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/10/2011


Ações brasileiras estão entre as mais baratas do mundo

A forte alta que o principal índice de ações do mercado brasileiro, o Ibovespa, registrou em outubro não foi suficiente para Bolsa brasileira sair do grupo dos piores desempenhos do mundo em 2011. Os dados foram compilados pela corretora Geração Futuro e comparam o retorno das ações mais negociadas no Brasil ao das Bolsas de outros 12 países (veja quadro).

Uma má notícia? Nem tanto. Para quem quer investir em ações vale a pena observar o estudo que mostra ainda que os resultados das empresas continuam fortes. Ou seja, ações baratas de empresas lucrativas. Este pode ser um bom sinal para entrar no mercado.

 A queda de 20,3% (em moeda local) do indicador o coloca à frente apenas das bolsas de Portugal (-21,0%) e Grécia (-44,7%) no período - dois países que, juntamente com Espanha e Itália passam por um período de forte crise na Europa no momento. 
No entanto, segundo o estudo da Geração Futuro, a queda nos preços das ações brasileiras não foi acompanhada de uma redução dos lucros das companhias. As empresas, na maioria dos casos, continuam apresentando crescimento nas vendas e no lucro. 

“Em empresas como Vale, Petrobras e nos bancos, os lucros líquidos apresentados são os maiores já registrados”, diz o estudo da Geração Futuro. Esta situação provoca um impacto direto nos múltiplos das ações brasileiras. Multiplos são indicadores utilizados por analistas para saber se uma ação está cara ou barata. 

No caso do múltiplo conhecido como P/L (Preço da ação/Lucro da empresa), as ações brasileiras registram números inferiores às medias históricas.

Na comparação direta com as bolsas de outros países, as ações brasileiras mostram-se mais baratas – na prática, quanto menor o valor do indicador Preço/Lucro (P/L), mais barato o preço de uma ação, em relação ao lucro líquido gerado pela companhia. 

Escrito por Elas & Lucros às 19h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

24/10/2011


Planejamento é a palavra-chave

Não basta fazer um acompanhamento mensal do orçamento doméstico. Se você quer mesmo ter controle de suas contas, precisa fazer pelo menos dois balancetes: um das contas mensais, outro das contas anuais. Quem ensina é o engenheiro e microempresário Ricardo Bernstein. Aos 41 anos, Ricardo é dono de uma empresa de desenvolvimento de software para empresas financeiras. “Supercontrolado”, como define a esposa, Letícia, ele conta que há cerca de 20 anos, quando tomou efetivamente as rédeas de sua vida financeira, recém-saído da faculdade, ele mantém planilhas em Excel para seu orçamento pessoal. E, como sempre viveu de rendimento variável – as receitas das vendas de sua empresa –, não pode ser surpreendido com contas não previstas. 

 

“Não basta olhar só para as despesas mensais, senão a pessoa pode cair numa armadilha”, afirma. Por isso, é bom fazer pelo menos duas planilhas: uma dos gastos mensais e outra só para prever gastos anuais, que tanto podem ser os amargos impostos (IPTU, IPVA) e a renovação do seguro do carro, quanto uma doce viagem ao exterior com a família ou a aquisição de um imóvel. A palavra-chave é planejamento.

 

Ricardo conta que faz suas contas olhando o “mínimo” dos últimos 12 meses, ou seja, os valores mínimos que ele consegue auferir de seu trabalho, projetando para os próximos 12 meses. E não se prende muito à lição da maioria dos economistas e consultores de finanças pessoais, de que se deve destinar um porcentual fixo dos rendimentos mensais para a poupança. “Eu olho o mínimo para fazer as projeções de longo prazo e neste valor não incluo só as despesas fixas de cada mês, incluo também as sazonais.” 

 

Ou seja, Ricardo trabalha com uma margem razoável de poupança, porque tem seus gastos rotineiros ajustados ao rendimento mínimo, deixando o excedente além do mínimo para investimentos e gastos supérfluos, o que pode aumentar em período de vendas mais favoráveis. 


Escrito por Elas & Lucros às 09h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

17/10/2011


Women’s Forum Global Meeting destaca atuação das mulheres brasileiras

O Brasil foi o homenageado de honra da 7ª edição do Women’s Forum Global Meeting, que ocorreu na semana passada entre os dias 13 e 15 em Deauville (França). Desde 2005, o Women’s Forum for the Economy and Society reúne anualmente na França mais de 1.200 líderes, sobretudo mulheres influentes, mas homens também.

Com cerca de 70 países representados, o Women’s Forum destaca a cada ano uma delegação de um país ou de uma região do mundo. A delegação oficial do Brasil dá sequência às delegações da China, Índia, Oriente Médio e países do norte europeu. Ela foi formada por mais de 40 mulheres que foram recebidas para compromissos privados em Paris nos dias 11 e 12 de outubro antes de receber as honras do Women’s Forum nos dias 13, 14 e 15 de outubro em Deauville, na costa da Normandia. 

Esta delegação incluiu empresárias, representantes eleitas, juristas, administradoras de empresas, líderes do universo associativo, ambientalistas, artistas e chefs de cozinha. Várias sessões do programa do Fórum abordaram a problemática das mulheres na vida pública brasileira, empreendorismo, meio ambiente, educação, saúde, esporte, beleza, cultura e gastronomia. A jornalista Mara Luquet, sócia da editora Letras & Lucros que em 2008 lançou a Elas&Lucros, a primeira revista de finanças pessoais para mulheres, fez parte da delegação brasileira. 

"Tínhamos que convidar mulheres influentes do Brasil para ouvi-las sobre as lutas e desafios deste país moderno, surpreendente e, por vezes, paradoxal. Este país, primeira potência econômica e demográfica da América Latina, elegeu pela primeira vez uma mulher para a presidência da República", assinala Véronique Morali, Presidente do Women’s Forum for the Economy and Society.

Escrito por Elas & Lucros às 15h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/10/2011


Ensine seu filho a cuidar do dinheiro

 

“É de pequenino que se torce o pepino”. Se você quer que seu filho aprenda a ser poupador e não consumista, comece desde cedo sua educação financeira. Alguns instrumentos oferecidos por bancos e sites financeiros podem ajudar nessa tarefa. Um deles é a Brincadeira Santander, jogo virtual que estimula as crianças e desperta o raciocínio de um pequeno empreendedor. A ação, criada pela Talent, faz parte do projeto Kids do banco e é uma parceria com a rede social Mundo do Sítio, da Editora Globo. No jogo, a criança aprende o funcionamento de uma loja e como administrá-la. Os conceitos trabalhados são: empreendedorismo, gestão e sustentabilidade.

A personagem principal é a Lúcia, dona da loja de brinquedos. Os personagens do site Brincando na Rede também entram no jogo: o Caquito é ágil e esperto, e a Laila é boa de contas e, por isso, cuida muito bem do seu dinheiro. Além disso, o jogo conta com uma turma de seis atendentes diferentes e clientes, cada um com uma personalidade diferente. Entre as atividades oferecidas estão: montar o brinquedo que o cliente escolheu, empacotar o presente, arrumar o brinquedo antigo.

A estratégia do game foi desenvolvida pela parceria Talent/Mundo do Sítio e a criação das telas e animações foram feitas pelo Mundo do Sítio. A brincadeira estará disponível na parte aberta da rede social, não é necessário assinatura para participar. Para brincar, basta acessar www.mundodositio.com.br

O projeto Kids inclui brincadeiras sustentáveis: no minigame de conserto, a criança aprende a valorizar o que ela já tem, no minigame de reciclagem a criança aprende como separar o lixo e do que são feitos os produtos que ela usa no dia a dia.

 

Escrito por Elas & Lucros às 21h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Liberado resgate de créditos da Nota Fiscal Paulista

 

“CPF na nota?”. Quem responde afirmativamente a esta pergunta dos caixas de supermercados, farmácias e outros estabelecimentos comerciais pode ter uma agradável surpresa. A Secretaria da Fazenda do Governo do Estado de São Paulo disponibiliza, desde o dia 1º de outubro, o resgate de créditos da Nota Fiscal Paulista referentes às compras realizadas no primeiro semestre deste ano. 

Quem não tem internet em casa pode procurar um dos 632 postos do Acessa São Paulo para solicitar a transferência de seus créditos. Os monitores do Acessa São Paulo estão à disposição para auxiliar os cidadãos em todas as etapas do serviço.

A Nota Fiscal Paulista está entre os serviços eletrônicos mais procurados pelos usuários do Acessa São Paulo em todo o Estado. Segundo dados da última pesquisa Ponline, realizada com mais de 7 mil usuários do programa, 35% declararam ter utilizado o serviço da Nota Fiscal Paulista em 2010. O percentual é 8% superior ao registrado em 2009.

Para solicitar o resgate, o consumidor deve estar cadastrado no programa da Secretaria da Fazenda. Basta entrar no site www.nfp.fazenda.sp.gov.br


Os consumidores podem também utilizar os créditos para abater ou quitar o IPVA de 2012. Para solicitar o abatimento no imposto, o usuário deve fazer esta opção pelo site da Nota Fiscal Paulista até a data limite de 31 de outubro. O veículo deve estar registrado em nome do usuário.

 

Escrito por Elas & Lucros às 21h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10/10/2011


Faça compras seguras para o Dia das Crianças

Ao fazer compras para comemorar o Dia das Crianças o consumidor deve ficar atento. Segundo a FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos, nessa época, as precauções contra fraudes e outros crimes devem ser redobradas. As aglomerações nas lojas, os cartões de crédito e as ofertas via internet podem trazer transtornos que seriam facilmente evitados com a adoção de alguns cuidados.

A FEBRABAN faz recomendações a quem vai utilizar serviços bancários nas agências, caixas eletrônicos e internet.

  • Mantenha seu computador seguro

- Mantenha seu sistema operacional e programas antivírus atualizados e utilize um firewall.

- Evite sites arriscados e só faça downloads (transferência de arquivos) nas páginas que você sabe que são confiáveis.

- Evite acessar sua conta por meio de sites de bancos (Internet-banking) se estiver utilizando computadores instalados em locais de grande circulação de pessoas, como cyber cafés, lan-houses e outros computadores, mesmo que pessoais, de seu local de trabalho ou estudo que são compartilhados com outras pessoas.

- Se tiver dúvida em relação à segurança de algum procedimento no Internet-banking, entre em contato com o banco. Prevenção é a melhor forma de segurança.

- Troque periodicamente a senha utilizada para acessar seu banco na Internet.

- Se for efetuar compras com seu cartão pela Internet, procure, antes, saber se o site é confiável e se tem sistema de segurança para garantia das transações.

Quando receber um e-mail, certifique-se de que a fonte é confiável. Apague, sem abrir, os e-mails não solicitados e que você não tenha absoluta certeza de que procedem de fonte confiável do antivírus atualizado.

Nas lojas e bancos:


  • Atenção à emissão de cheques pré-datados

Pela lei, um cheque é pagável quando for apresentado ao banco, mesmo que tenha sido emitido com data posterior. Assim, se um cheque pré-datado for apresentado para pagamento antes do dia previsto, o banco terá de pagá-lo ou devolvê-lo por falta de fundos. Para evitar a devolução dos cheques, preencha-os com as datas em que deverão ser depositados.


  • Cartões de crédito

- Nunca empreste seu cartão para ninguém nem permita que estranhos o examinem sob qualquer pretexto. Pode haver troca do cartão, sem que você perceba.

- Não deixe seu cartão sem assinatura.

- Solicite sempre a via do comprovante da operação e, antes de assiná-lo, confira o valor declarado da compra.

- Muita atenção na hora de digitar sua senha nos pagamentos com cartão de crédito e débito. Confira se o campo no qual você está digitando sua senha é, mesmo, o destinado à senha. Ao efetuar pagamentos com seu cartão, não deixe que ele fique longe do seu controle e tome cuidado para que ninguém observe a digitação da sua senha. Se estiver efetuando o pagamento com cartão de crédito em locais com máquinas manuais e alegarem que o comprovante não ficou bem decalcado, exija que o mesmo e a cópia carbono sejam rasgados e inutilizados. Ao receber de volta o cartão verifique se é efetivamente o seu.

- Se não conseguir memorizar a senha e precisar anotá-la, guarde a anotação em lugar diferente do cartão.

- Caso seu cartão seja roubado, perdido ou extraviado, comunique o fato imediatamente à Central de Atendimento do banco emissor, pedindo o cancelamento. Em caso de assalto, também registre a ocorrência na delegacia mais próxima.

- Evite expor seu cartão a campo magnético (rádio, alarme de veículo, vídeo, celular, etc.) ou ao calor. Ambos podem prejudicar os registros da tarja magnética do cartão, impedindo sua leitura pelas máquinas.

- Em caso de retenção do cartão no caixa automático, aperte as teclas “ANULA” ou “CANCELA” e comunique imediatamente o banco. Tente utilizar o telefone da cabine para comunicar o fato. Se ele não estiver funcionando, pode tratar-se de tentativa de golpe.

Nunca peça e nunca aceite, em circunstância alguma, a ajuda de estranhos.

Caso necessite de ajuda em uma agência bancária, procure um funcionário do banco, devidamente identificado com uniforme e/ou crachá. Isso se aplica especialmente aos caixas de autoatendimento.

Evite sacar valores elevados em agências, inclusive nos caixas eletrônicos.

Isso ajuda a prevenir a chamada “saidinha de banco”, que consiste no roubo ao consumidor na saída de uma agência bancária.

Se o caixa eletrônico parecer violado, não o utilize.

Muitas violações dos caixas eletrônicos parecem perfeitas, mas não são. Em geral, deixam marcas, como placas desalinhadas e telas mais salientes que o normal. Se desconfiar da aparência ou achar estranha a estrutura externa do caixa eletrônico, não o utilize.

Escrito por Elas & Lucros às 15h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Antes de investir, conheça seu perfil de risco

Antes de decidir onde investir seu dinheiro nestes tempos de crise e oscilação da Bolsa e do câmbio defina seus objetivos e veja qual o seu perfil de investidor. Quanto risco você aceita correr nos seus investimentos? A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) recomenda que o investidor procure conhecer as oportunidades de investimento e defina seu perfil entre os três tipos existentes: conservador, moderado ou agressivo. Para Mariana Borges, diretora de Operações de Varejo do home broker da Win Trade, isso ajuda o investidor a adequar o tipo de investimento ao que ele espera com aquele aporte. “Ele faz as aplicações sem levar sustos. O conservador não tem intenção de se expor ao risco; o moderado se expõe, mas com controle. Já o agressivo corre o risco, mas tem consciência de que pode perder tudo”.

Será que o perfil de risco do investidor reflete a personalidade de cada um dos tipos conhecidos? Ou seja, o investidor agressivo é também aquele que gosta de adrenalina, se arrisca mais nos relacionamentos e na profissão. Já o perfil conservador estaria relacionado a uma pessoa que segue as regras (de trânsito, sociais, etc.), não se arriscando nos relacionamentos, tendo uma postura mais tímida e menos ambiciosa profissionalmente. Segundo a professora Vera Rita de Mello Ferreira, especialista em psicologia econômica, nem sempre há essa correlação.

“A história dos perfis não reflete de fato como as pessoas tomam as decisões na vida. Quando há ganhos, as pessoas tendem a ser mais conservadoras, mas em um contexto de perda, elas correm mais riscos”. Vera afirma que o ser humano corre riscos porque não se dá conta dos perigos. ”A pessoa pode se arriscar mais nos investimentos porque quer comprar um imóvel, por exemplo. Ao contrário, ela pode ser super cuidadosa em sua vida, mas se atrapalhar com as questões financeiras”.

Na opinião da professora, para se chegar a uma conclusão sobre se os perfis dos investidores refletem a personalidade de cada um deles, seria necessária uma investigação mais aprofundada; o que os estudos atuais não permitem. “Algo que está mais relacionado é à questão da idade porque, com o passar dos anos, as pessoas tendem a ser mais conservadoras”. 

Escrito por Elas & Lucros às 15h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

06/10/2011


Estilo no ambiente de trabalho

Todo mundo tem um estilo pessoal e expressa sua personalidade através do vestuário. Porém, ao se vestir para trabalhar, leve em conta que você também é o cartão de visita da empresa.

A preocupação com a vestimenta deve ser constante, até mesmo quando você está trabalhando no escritório sem contato com clientes.

O que deve falar mais alto é a sua competência e não o seu estilo. Mas é possível dar um toque pessoal deixando a produção com mais personalidade.

Veja abaixo algumas sugestões da consultora de imagem e estilo, Flávia Quintella, para se vestir adequadamente sem perder seu toque pessoal:

Mulheres:

- Dê preferência à calça de alfaiataria e camisa ou uma blusa. Se quiser usar uma cor viva, use na parte de cima, com uma calça de cor neutra, e complemente com acessórios mais discretos.

- A camisa branca pode ganhar um pouco de personalidade. Escolha modelos com punhos ou golas maiores, babados, texturas ou camisa estilo bata. 

- Jamais use decotes, tomara-que-caia e blusa de um ombro no ambiente de trabalho.

- Ao usar uma peça com detalhes diferentes ou um pouco mais chamativos, como um blazer com bolso diferente ou uma blusa com babado, seja mais discreta nas outras.

Homens:

- Homens mostram estilo através do corte do terno ou calça e do modelo da camisa. Os mais modernos preferem as camisas um pouco mais justas, curtas e levemente acinturadas.

- Outra forma de mostrar estilo é na combinação da camisa com a gravata ou simplesmente da estampa da camisa.

Ao usar camisa sem gravata, desabotoe apenas o botão do colarinho. Nada de deixar alguns botões abertos!

- Camisa de time de futebol e de banda são peças proibidas. São descontraídas demais para um ambiente de trabalho, por mais informal e descontraído que seja. Além de serem muito chamativas, as de time costumam ser mais largas e deixam a postura e aparência completamente desleixadas.

Busquem o equilíbrio. Se, ao olhar no espelho, pintar a dúvida, é porque tem algum excesso no visual.

 

Escrito por Elas & Lucros às 17h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/10/2011


Aposentadoria para donas de casa

A partir deste mês, as donas de casa e homens de baixa renda, que não têm emprego remunerado, podem contribuir para a Previdência Social com a alíquota de 5% sob o salário mínimo (R$ 27,25). Para isso, precisam estar inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e a renda mensal da família não pode ultrapassar dois salários mínimos (R$ 1.090).

A estimativa da Previdência Social é que cerca de 6,5 milhões de pessoas possam ser beneficiadas, a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE.

Benefícios

A dona de casa de baixa renda tem direito aos seguintes benefícios da Previdência Social: aposentadoria por idade (mulheres aos 60 anos), aposentadoria por invalidez, auxílio-doença, salário-maternidade, pensão por morte e auxílio-reclusão. Caso as donas de casa desejem contar as contribuições para efeito de aposentadoria por tempo de contribuição ou emissão de Certidão de Tempo de Contribuição será necessário complementar o recolhimento com a alíquota de 15% do salário mínimo.

A segurada que se enquadra no perfil acima deve imprimir a Guia da Previdência Social na página da Previdência Social na internet http://www.mpas.gov.br/. As inscrições podem ser feitas também pela Central de Atendimento (telefone 135), ou nas Agências da Previdência Social. 

Escrito por Elas & Lucros às 14h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Ninho vazio

O que fazer com o dinheiro que sobra depois que os filhos crescem e vão embora?

Para a autora dos livros “As leis do dinheiro para mulheres” e “A dieta do bolso”, Eliana Bussinger, este é um momento para a mulher voltar a olhar para si mesma e a se colocar em primeiro lugar. “É uma ocasião especial para ela se redescobrir, apreciar a vida sob uma nova ótica e ter tempo. Tempo para a mulher realizar o que sonhava, mas não podia, já que cuidar dos filhos tomou muito do seu tempo e boa parte de suas finanças”, diz.

Agora que a mulher terá sobras do seu dinheiro pode retomar algum projeto que tenha ficado pelo caminho. “Como a compra de um carro novo, um curso de pós-graduação ou mesmo uma cirurgia plástica”, disse Eliana.


Aposentadoria

Filhos despendem muitos gastos e, por isto, poucas mulheres conseguem fazer uma boa reserva financeira para chegar bem à velhice. “Quem não conseguiu pensar na própria aposentadoria enquanto os filhos moravam em casa pode começar agora, para se tornar independente deles no futuro. A longevidade é uma realidade”, diz a autora.

A mulher pode ainda fazer uma segunda faculdade ou terminar os estudos, fazer um curso de informática ou intercâmbio cultural. “Explore novas áreas do conhecimento. Cuide de sua mente, ela será uma importante aliada nesses anos a mais de vida que a humanidade tem conquistado”. Você pode também aprender a fazer pintura, aprender artes plásticas, fazer teatro, canto, dança ou estudar instrumentos musicais. “São atividades que fazem a mente e o corpo relaxarem”, diz Eliana.

Com mais dinheiro e tempo livre, a mulher pode cuidar do preparo físico. “Volte a malhar ou caminhe regularmente. Faça hidroginástica, natação, participe de um grupo de corrida ou ciclismo, pratique tênis. Exercite-se”, sugere.

Não perca o propósito de sua vida quando os filhos se forem. Aproveite para viajar, conhecer o mundo, sozinha ou com seu parceiro, seja qual for seu caso. E por falar em companheiro, neste momento a mulher pode também redescobrir a satisfação conjugal. “Volte a namorar, a irem juntos a restaurantes e cinemas”, aconselha Eliana Bussinger.

Aprecie a liberdade ampliada e a redução de responsabilidades.


Mamãe Coragem – Gilberto Gil 

Mamãe, mamãe, não chore. A vida é assim mesmo e eu fui embora. E eu quero é isto aqui.

Pegue uns panos pra lavar, leia um romance, veja as contas do supermercado, pague as prestações.

Ser mãe é desdobrar fibra por fibra o coração dos filhos.

Seja feliz.

Escrito por Elas & Lucros às 09h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

03/10/2011


Cuidado com o cartão no exterior

O uso do cartão de crédito para compras no exterior se tornou uma armadilha. Segundo avaliação de Marcelo Maron, Diretor Executivo do Grupo PAR e consultor de finanças pessoais, a alta significativa do dólar no mês de setembro, que chegou a cerca de 20%, tornou o uso do cartão de crédito no exterior um risco para aquelas pessoas que têm orçamentos restritos. “Com a alta do dólar, viagens ao exterior ficaram repentinamente mais caras. Na prática, são R$ 300 a mais em cada US$ 1.000 gastos, seja na passagem, aluguel de carro, hotéis, compras ou comida. Em uma viagem bem espartana, com gastos controlados, esse custo a mais não deverá ficar por menos de R$ 1.000”, alerta Maron.

Para o consultor, essa alta significativa do dólar revela problemas na economia brasileira em relação à crise internacional, que ainda não tem a credibilidade necessária a frear oscilações de câmbio tão fortes: 
“Uma oscilação como a que vimos aqui no Brasil não foi observada em relação ao euro, à libra esterlina ou mesmo moedas de menor importância internacional, salvo as de países com reputação discutível, como a Venezuela”, assinala Maron. 

Segundo Maron, os viajantes não podem se esquecer que o valor do dólar que as pessoas compram para viajar não é o mesmo do câmbio oficial divulgado na mídia.

Para Maron, usar o cartão de crédito em despesas no exterior é um risco ainda maior, uma vez que a cotação do dólar praticada pelas operadoras de cartões é aquela do fechamento da fatura, com um acréscimo de 6,38% de IOF. “Além disso, as pessoas não podem parcelar despesas em dólar, como parcelamos compras feitas no Brasil”, alerta. 

Para o consultor, um dos meios de pagamento mais seguros para quem viaja é o cartão pré-pago em dólar, já disponível nos bancos que operam com câmbio, e que não possui o IOF do cartão de crédito. 

Maron recomenda que o viajante ao exterior nos tempos de hoje faça um mix entre cartão pré-pago, dinheiro e cartão de crédito. “Ao decidir por sua viagem ao exterior, sempre leve alguma coisa em dinheiro vivo. Será importante para pequenas despesas, como uma gorjeta, um estacionamento ou um refrigerante. Faça um mix do cartão pré-pago com o dinheiro e deixe o cartão de crédito somente para emergências, em função do imposto muito alto. Se você conseguir não utilizar o cartão de crédito, vai ter a certeza de que estará voltando para casa sem dívidas sujeitas a fortes variações do dólar, o que é um grande negócio”, alerta.

Escrito por Elas & Lucros às 15h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Este blog é nosso canal diário de conversa. Em 2006 nós nos conhecemos quando lançamos o livro ?Meninas normais vão ao Shopping, meninas iradas vão à Bolsa? (editora Letras & Lucros / Saraiva). Desde janeiro este contato passou a ser mensal com o lançamento da Elas & Lucros, a primeira revista de finanças pessoais para mulheres do Brasil. Agora, estaremos todos os dias.
Outros sites


Siga Elas & Lucros:




Fale Conosco
Clique aqui e envie uma mensagem para nós!